quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

...because someday is now!

Diga-me, o que temos é real?
... talvez verás que não há sentido. Mas eu digo: sentido algum.
As estradas, as montanhas, atravessando sua vida?
E tudo aparenta tão certo.
E ao precisar do refúgio?
Aí sim, podemos estar certo que passar aquelas tardes insanas, de sair sem rumo...
Aquelas de rir até doer a barriga ou seria a cabeça(?)
... de empilhar apenas uns dez pratinhos em cima da mesa de tanto comer torta, de talvez até mandar ninguém dirigir a palavra a um cachorro? (não fala com ele!!!)
ou... entre no fusquinha BOB, som nas alturas e GO! Plano A: resgate de um computador. MISSÃO BEM SUCEDIDA!
Um bom e merecido parênteses:
(POR FAVOR, PERMITA-ME AVISÁ-LOS)
Cuidado! Ao sair para algum encontro você poderá correr grande risco de roubarmos "seu" computador!
Ah, bjonãomeliga.

Conclusão de tais fatos: Realizados com uma porcentagem total e abusiva de cumplicidade.

... e dela é feita: a válvula de escape.

Para não fugir do padrão: BJOMELIGA!





















































































4 comentários:

CANSEI DO INTERIOR disse...

Olha quemmmm ta aqui?
haha voltei com tudoooo
Nossa que saudadeee daquiiiii
Acabei de postar te esperooo laaaa
Me dah um tepinho só pra organizar as coisas
;)

ºDreº disse...

Amei o texto!!

Beijos Tô de volta \o/

Bob DeLima disse...

Burro pra caraleo eu~, hein?!Auhahua
Pronto, achou o comentário.
Anyway... fusca com meu apelido?! interessante...
Texto de locão?! =P
No final o que importa é o Bob.

Jack Balls disse...

Interessante o texto!
Muito bem escrito!
após um longo período estou de volta, vê se aparece!

http://knockuntilcomein.blogspot.com/

Um beijo!